Chega ao fim o emissor gratuito de NFE

Fim do portal de emissão de NFE gratuito

A Secretaria de Fazenda do Estado de São Paulo anunciou recentemente em seu portal de notícias que irá descontinuar os aplicativos de emissão gratuitos de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) e de Conhecimento de Transporte Eletrônico (CTe), a partir do dia 1º de janeiro de 2017.

Atualmente, o emissor de notas fiscais eletrônicas desenvolvido pela Sefaz-SP também é utilizado pelas secretarias de fazendo dos demais estados do país, fazendo com que a decisão da Secretaria de Fazenda de São Paulo tenha um reflexo de âmbito nacional.

Sendo assim, as empresas que utilizavam o aplicativo gratuito de emissão de NF-e deverão de adequar ao novo cenário e buscar uma ferramenta profissional de emissão de nota fiscal eletrônica, pois a partir da data agendada pela Sefaz-SP para descontinuar o emissor gratuito, todas as atualizações e alterações solicitadas pelas autoridades fiscais e fazendárias tornarão o emissor gratuito desatualizado e obsoleto.

Insistir em utilizar o emissor gratuito após sua data de expiração pode trazer inúmeras consequências para o empresário que utiliza o aplicativo gratuito: não realizar a emissão e o envio da NF-e corretamente, desregulação da arrecadação tributária, além de tornar seu negócio passível de sanções e multas perante auditoria do Fisco.

Especialistas em negócios recomendam às empresas que utilizam o emissor gratuito a buscarem um sistema gerencial que encorpore as atividades comerciais às exigências fiscais e legais das respectivas Secretarias da Fazenda de seus estados. “Essa é uma ótima oportunidade para empresas se profissionalizarem e mudarem a perspectiva gerencial dos seus negócios. A utilização de um sistema ERP é capaz de otimizar as atividades gerenciais e operacionais de uma empresa, além de atender às exigências fiscais para a emissão e envio de notas e documentos fiscais de forma ágil e automatizada”, aponta Sebastião Nogueira, diretor comercial da Net Plus Sistemas, empresa desenvolvedora do sistema Open Manager.

O sistema Open Manager, por exemplo, é um software ERP que corresponde às necessidades de integração empresarial, automação de processos, cumprimento das exigências fiscais e otimização de resultados. A emissão e envio de NF-e é realizada de forma integrada, referenciando as operações financeiras e administrativas provenientes do registro de faturamento. O sistema também conta com um módulo exclusivo de gestão fiscal que permite aos gestores acompanhar os dados de arrecadação, realizando um controle eficiente das informações contábeis de suas empresas.

 

Faça seu comentário