Gestão financeira para quem está começando uma empresa

GESTÃO FINANCEIRA PARA QUEM ESTÁ COMEÇANDO UMA EMPRESA
Quando o empreendedor toma a decisão de começar um negócio, vários desafios assombram o início da carreira como empresário. Um destes desafios é a gestão financeira da empresa. Sabemos que não é nada fácil administrar as finanças de uma empresa independentemente do seu porte e segmento.

Mas fique tranquilo. Apesar de parecer algo complexo, administrar as finanças de uma empresa pode decidir o futuro e o crescimento como um todo. Fique atento às dicas que vamos dar para que você consiga realizar essa tarefa sem desespero.

Custos x Despesas

Apesar de parecer que custo e despesa é a mesma coisa, existe uma diferença básica entre os dois. O custo vai crescer de acordo com a demanda de serviço e venda e a despesa vai existir independentemente desse fato. Exemplo:

Custo: Matéria prima para produção do produto.

Despesa: Internet utilizada no escritório.

Portanto, comece a separar os custos das despesas para obter uma melhor gestão.

Regime de caixa x Regime de competência

Preste bastante atenção nesse ponto para não gerar dúvidas posteriores sobre esse assunto. Ele possui uma pequena diferença que precisa ficar nítida no departamento financeiro. Vamos lá:

Regime de Caixa: Considera-se a data de pagamento da conta.

Regime de Competência: Considera-se a data de emissão ou de realização.

Entenda mais sobre a diferença entre os respectivos métodos no post do blog “Regime de Caixa x Regime de Competência: Entenda a diferença

Acompanhamento de DRE

Conhecido como demonstração do resultado do exercício, esse relatório calcula com base no regime de competência toda a movimentação financeira da sua empresa e, ao final, consegue lhe informar se sua empresa deu lucro ou prejuízo. Ainda consegue demonstrar onde a verba da empresa está dando mais saída. Além disso, é através da DRE que conseguimos realizar o cálculo de várias outras informações importantes como o ponto de equilíbrio.

Fluxo de caixa

Acompanhe sempre o fluxo de caixa e saiba tudo que entra e sai do caixa da empresa. O fluxo de caixa é o acompanhamento mais importante que a sua empresa pode ter, pois será através dele que você identificará a saúde financeira da empresa. Até mesmo dando lucro a empresa pode quebrar por má gestão do fluxo de caixa. Vamos ao exemplo:

Você analisou a DRE no final do mês e identificou que a empresa aponta lucratividade, porém as vendas foram feitas a prazo e o faturamento a prazo não cobre as despesas fixas do mês. Logo, temos um problema de despesas x receita.

Sabendo agora dessas dicas valiosas é hora de se organizar e estruturar a sua empresa de forma que ela atinja uma maturidade de gestão financeira e te possibilite evoluir com tranquilidade.

Uma dica ótima para crescer é adotar um sistema de gestão empresarial. Os ERP’s são famosos por realizarem essa gestão de forma inteligente e proporcionar controle sob todo o departamento financeiro com poucos cliques.

Uma ferramenta ERP com grande potencial de gestão financeira é o Open Manager. Com ele o departamento financeiro funciona de forma integrada com os demais departamentos da empresa, proporcionando gestão otimizada. Faça um teste grátis e confira na prática as funcionalidades do sistema.

 

Faça seu comentário