O que é Buyer Persona

Buyer Persona

No mundo do marketing e da propaganda é comum escutar o termo público alvo, porém esse termo vem sofrendo constantes mudanças e vem se reinventado a cada dia.

No modelo antigo de comunicação (Emissor – Mensagem – Receptor) esse termo fazia sentido, pois se referia a quem seria alvejado pela mensagem. Nos dias de hoje, o público não é só um alvo imóvel na frente de uma televisão. O público passa a ser algo além, passa a ser um objeto de interação.

Esse nome evoluiu para target, mas que também não define o perfil comportamental do consumidor. Quando passamos a utilizar a internet como meio de divulgação começamos a ter um mecanismo bem diferente. Esse mecanismo funciona de maneira intimista e é preciso criar uma aproximação. Sabendo disso, surge o termo persona, que nada mais é do que a personificação do target.

Por exemplo, se sabemos que nosso target são pessoas de 20 a 25 anos, mulheres, com ensino superior completo, solteiras e que moram na cidade de São Paulo, logo conseguimos e precisamos definir comportamentos. Sabemos que pelo seu perfil essas mulheres fazem determinada tarefa ou consomem determinado conteúdo, logo criamos a personificação do target. Segue um exemplo: Viviane, 23 anos, formada em arquitetura, adora música, malha todos os dias, é vaidosa e confiante.

Com isso, atribuímos uma imagem ao target e direcionamos o perfil de conteúdo exatamente para a pessoa especificada e isso nós chamamos de Buyer Persona ou personificação do comprador.

Para cada caso ou planejamento é recomendado que se crie no máximo cinco personas diferentes, mas isso vai depender da sua estratégia de comunicação.

As características das Buyer Personas vão muito além de cinco ou seis itens. Às vezes elas se prolongam em uma grande ficha técnica e isso vai se aprofundando de acordo com o conteúdo gerado pela marca. Quanto mais específico o conteúdo, mais complexa será a definição de características do Buyer Persona.

As personas mudam com o tempo até se ajustarem perfeitamente ao conteúdo ou produto, podendo variar em alguns casos.

Mas é bom se atentar. A partir do momento em que a persona é criada, é extremamente importante focar em criar conteúdo direcionado para ela. É sempre bom acompanhar também as pessoas que engajam com o conteúdo para checar se o seu perfil condiz com a persona escolhida, pois em alguns casos acaba-se identificando um outro target.

Agora que você já sabe como criar um perfil de Buyer Persona é hora de planejar e botar em prática o que foi aprendido nessa publicação.

Faça seu comentário